Cravo e Canela

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Acreditar







"Não é preciso agendar, entrar em fila, contar com a sorte, acordar cedo
para pegar senha: a possibilidade de recomeço está disponível o tempo todo,
na maior parte dos casos.
Não tem mistério, ela vem embrulhada com o papel bonito de cada instante novo,
essa página em branco que olha pra gente sem ter a mínima ideia do
que escolheremos escrever nas suas linhas.
O que é preciso mesmo é coragem para abrir o presente."A.J.

Coragem?
Muita gente diz que tem, eu posso até ser uma delas. Não consigo entender isso nesse exato momento. Quero tanta coisa e ao mesmo tempo não quero nada. Quero tanto acertar a vida dos outros e acabo esquecendo que tenho que acertar na verdade é a minha. O tempo é o senhor e não posso querer sair atropelando os sentimentos como se eu  pudesse dominá-los. Não consigo domar e nem mesmo ir contra o que as minhas pretensões almejam. Eu demoro acreditar nas coisas. Isso pode ficar tarde demais quando for para eu perceber que era para ser, mas parece que estou perdendo a coragem de continuar. Sinto que quero parar por aqui.  Não posso mudar as pessoas. Preciso repensar o que quero de mim, para mim e por mim. "Porque penso diferente e planejo diferente. Eu sonho alto e não tenho vergonha de dizer". Se não entendeu? Essa Freud explica.


2 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez

poxa, mtas de suas dúvidas fazem eco em mim... e tb não sei as respostas...
gosto muito de sua maneira de escrever, pela reflexão que nos leva a fazer, pelas coisas que nos faz sentir

boa semana

Cravo e Canela

Obrigada Ale. Como sempre você é muito gentil. Beijim