Cravo e Canela

domingo, 16 de janeiro de 2011

A vida por um fio


Meu amore é acompanhado por uma equipe bacana de médicos, no entanto existe uma segunda equipe que o plano fornece (essa vai em casa) que não coloco muita fé, mas estava satisfeita até aparecer alguma coisa e precisar de um amparo maior.
Ele estava com uma secreção branca e fluida, então liguei para o médico da segunda equipe e relatei   tudo. Pedi que ele viesse a nossa casa para avaliar. Ele veio auscutou e disse que era apenas uma secreção na orofaríngea (vias aeréas e muco) que eu não me preocupasse, que logo ele iria melhorar.  Prescreveu sorine. EU MEREÇO.
No dia seguinte, a visita, amore estava do mesmo jeito, então fui na pasta que faço sobre todos os medicamentos e procedimentos olhei as medicações que ele já havia tomado, quando ficou assim, liguei para o médico e avisei que estava fazendo isso e ele disse que estava certo. Aham!! Ele não prescreveu por quê?
Na segunda a secreção aumentou, pedi para a fisioterapeuta deixar a motora para mim e investir apenas na respiratória, pois a secreção estava ficando espessa e assim ela fez. Eu aspirava o amore durante quase toda a noite e sentia ele cansadinho e com uma  tosse difícil de cessar, a secreção não aliviava. Liguei de novo para o médico e relatei, acho que ele me viu aflita e com muitos questionamentos (conselho: sempre questione não precisa saber de medicina para se ter dúvidas), então pediu para levá-lo a emergência, liguei para o hospital para saber quem era o plantonista e, como não conhecia, achei melhor esperar a troca de turno. Pronto! bastou 20 minutos para acontecer a pior cena da minha vida. 

1 ATO

Eu dei o banho, arrumei, aspirei e estava esperando a mudança de turno para irmos. Ele parou de tossir por uns 2 minutos, quando entrei no quarto ele estava com os olhos arregalados e não me respondia, puxei o lençol e vi todo o sangue indo embora, peguei logo nos dedos e vi que estavam arroxeados... Meu Deus, amore estava com dispnéia e cianose... acho que fiquei imóvel por dois segundos e chamei as meninas, peguei o aerosol e comecei a massagear a garganta e por milagre ele deu uma tossida que expeliu a secreção grossa. Ele estava sem ar, a secreção, que aos olhos do médico era inofensiva, ia matar meu amore. Minha vizinha (que está começando agora a sua batalha com o marido de apenas 41 anos) me ajudou nas ligações pedindo uma ambulância que teimava em querer o número da carteira do plano. Putz!.... numa hora dessa quem sabe onde está a carteira? Amore foi ficando corado, mas cansadinho. Chegou a ambulância 20 minutos depois.

2 ATO

A médica, dentro da sua arrogância, veio pedir o oxigênio:
- Cadê o balão de oxigênio?
- Não tenho.
- Como não tem?
- Não tenho, meu marido nunca precisou de oxigênio.
- O que ele tem?
- Tumor cerebral.
- Mas não tem O2?
- NÃO!
- Mas... 
- Ele não é um paciente terminal, Dra.
-Não?
-NÃO!!!!!!!

Enquanto isso, a auxiliar furava de todos os jeitos atrás de uma veia e nada, já estava pra puxar os cabelos dela, nojenta!... DESPREPARO TOTAL.

3 ATO

- Vamos levá-lo para o HRU (Hospital Regional da Unimed).
- Não!
- Você tem preferência por hospital?
- Claro, todos menos o HRU.
- Então você precisa ligar para o médico dele e pedir para que ele solicite uma UTI.
- EU?
-Principalmente ser for para SM, lá nunca tem vaga de UTI e o plantonista não atende nem o telefone.
- Dra. a Sra. liga e solicita, caso não tenha, eu dou meu jeito.

Foi ligação e veio. Não tinha vaga, então lá vai meu amore para o matadouro e eu deixandoooo.

4 ATO

Comecei as ligações para os amigos no caminho para o hospital, tinha que existir uma forma. Até que entreguei nas mãos do Senhor e ele me respondeu. Um amigo do amore ligou para o Dono do hospital e lá tinha uma vaga, SIM. Quando cheguei no HRU, amore estava na sala de recuperação ainda sem oxigênio, então gritei: ''- Meu marido não vai ficar aqui!!! Tem uma vaga para ele em outro hospital. '' O médico saiu de lá e veio me afrontar e falar da lista que tinha que seguir para meu marido sair daquele local fedido e lotadooo. Corri na recepção fiz uma ficha e meu amore veio para o outro hospital, AINDA sem oxigênio... Eu sabia, quando falei que ele tinha TC vi no semblante daquela médica. VAI MORRER, não precisamos fazer nada. EU VI. EU SENTI...

5 ATO

Meu amore está bem apesar da pneumonia, mas não tem febre. Ela está no começo, mas poderia ter sido evitada (raiva). Ele já está fazendo danação, puxando os fios e o oxigênio. Hehehehe... amooooooo DEMAIS!!! Eu sei que esse susto foi uma sacudida em mim.
Menina, você não pode parar de vigiar!! 
-Tá certo, tô aqui alerta e operante.


2 comentários:

Jair

Gabi,eu tenho plena certeza de que vc ainda vai receber o melhor desta terra... esta roda gigante vai subir... pq a vida é assim... nunca ficamos só lá embaixo nem só lá em cima...vc é guerreira demais, acho que é a mulher mais firme e forte que eu conheço... eu te amo e te admiro demais!!! Deus é na sua vida amiga!!!

Cravo e Canela

Brigada Vivizinha, cê sempre me fortalece com suas palavras. Te amo bem muitão viu!!!