Cravo e Canela

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O amor que não é inventado




Falar de amor é sempre bom e quando ele não é inventado é melhor ainda... o meu amor é assim.

Esse amor que ME FAZ derreter apenas com um olhar e um sorriso maroto meio de lado. Consigo até visualizar. Esse teu jeito de demonstrar, que me encanta todos os dias, o carinho quando pega na minha mão e fica rodando minha aliança, hoje foi assim. Eita que meu coração dispara, fica mais acelerado que o seu.

Amor, temos que nos acalmar, não podemos ficar com 120bmp.. isso é taquicardia!!

Ficamos lá juntinhos e todos naquele lugar já sabem o ritual,  né? É beijo por todo canto hein? Nem ligo e você tão pouco. E vamos continuando a nossa conversa de mãos dadas. E entre uma informação e outra vai um beijinho. Arrumei até uma escada para ficar mais perto.rs

Hoje o Dr. perguntou:
- A senhora  vai  deitar na cama? 
Eu rapidamente respondi:
- Pode Dr? 
Ele sorriu e falou:
- Sr. Antonio, que amor é esse, hein?
e você apertou minha mão tão forte.
Tá amor, faço mais isso não! mentira.... faço tudim amanhã de novo.
Você é um dengo só, fica me puxando para eu não ir embora, se eu tivesse super poderes, você sabe que eu me enfiava dentro do cobertor. Já até pensei em me disfarçar de enfermeira particular, só que agora todos me conhecem. Será que uma peruca daria certo? Olha aí uma chance!!! Mas já já você vai sair, para  podermos dormir do nosso jeito, né?

Amanhã tem mais beijim, cheirim e carinhos... nós conseguimos espalhar amor por todo aquele lugar.:)

3 comentários:

Wendell

Bom ler isso e ver q o Valdson ta consciente e consegue se comunicar de alguma forma. Me deixa contente. E nao paro de adimirar a forma de você agir com ele. Mto amor mesmo. Que bom q ele ta em boas maos.

Cravo e Canela
Este comentário foi removido pelo autor.
Inês

Gabriela, sempre venho aqui ler o que você escreve. Apesar de não postar comentários leio e fico tentando entender o que vem acontecendo. Passei por sua vida como professora daquele menino lindo que é seu filho e não tivemos mais contato, mas vejo que sua vida tem tido atribulações(todos nós a temos mas em alguns momentos elas vêm com muita força). Lendo seus últimos posts, deu pra entender melhor. Só queria te falar que você deixa transparecer aqui muita luz, muita fé. Continue na sua caminhada. Deus está com você.Um grande beijo e muita força.
Inês