Cravo e Canela

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Ando revendo coisas e pessoas. Ando me sentindo triste, mas tentando manter o sorriso no rosto. Ando cansadinha e querendo umas férias com meus filhos. Acho que merecemos aqueles momentos de felicidade que nos foi arrancado. Ando sentindo falta dos meus amigos, das conversas e histórias bem contadas. Ando e ando e não saio muito do lugar. Nem sempre andar é chegar no lugar que se quer. É a mesma coisa que sonhar e não sentir o sonho realizado. Estou me sentindo diferente, mas nem sei onde mudei de fato. Pela primeira vez vejo que ajuda médica resolveria meu caso. Preciso falar das minhas coisas sem ser julgada. Preciso saber se estou no prumo certo dessa viagem que é a vida. Admito nesse exato momento que não sei viver sozinha. Isso é bom ou ruim?

2 comentários:

Anônimo

Quando as sombras da provação se te adensem, ao redor dos passos, permanece firme na confiança em Deus e em ti mesmo, seguindo adiante nas tarefas que abraçaste na seara do bem.
Não existem tribulações infindáveis.
Sobretudo, não te omitas.
Aceita os encargos que as circunstâncias que te impõem, buscando cumpri-los com o melhor ao teu alcance.
Não te aflija diante das dificuldades.
Anota as bênçãos de que dispões.
Conserva-te fiel às próprias obrigações, na certeza de que a Divina Providência te oferecerá os recursos precisos para que qualquer desequilíbrio desapareça.
Desapegue-te de toda ideia do mal.
Abençoa a quanto não raciocinem por teus princípios, faça sempre o bem, pois mesmo na dor o bem ao próximo é o melhor remédio e crescimento.
Muitas vezes, os adversários de hoje, se soubermos respeitá-los com sinceridade, estarão possivelmente amanhã na fileira de nossos melhores benfeitores.
Não te lamentes.
O aguaceiro que te incomoda é apoio da natureza para que não te falte o pão indispensável à vida.
Não exijas dos outros, qualidades que ainda não possuem.
A árvore nascente aguarda-te a bondade e a tolerância para que te possa ofertar os próprios frutos em tempo certo.
Por mais áspero se te mostrem os obstáculos da estrada, segue adiante.
Se alguém te feriu, desculpa e prossegue à frente.
Não procures na morte provocada o esquecimento que a morte não te pode dar.
Não fujas dos problemas com que a vida te instruiu.
A vida, como a fizeres, estará contigo em qualquer parte.
Lembra-te sempre: cada dia nasce de novo amanhecer.

Emmanuel
Médium: Chico Xavier

germana rocha

Bom dia, gabriela. Eu só imagino o que vc tem passado e acredite: oro bastante por vc, pq consigo até sentir essa sua tristeza e falta de chão que muitas vezes falta aos seus pés. Eu sou casada há quase 20 anos e não imagino minha vida sem meu marido.Então que Deus continue lhe dando força e sabedoria p/ seguir em frente e criar seus filhos. E converse, procure amigos de verdade, eles ajudam bastante nessas horas que estamos nos sentindo sozinhas.Um grande e fraterno abraço.