Cravo e Canela

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

No (Art. 5º, inciso IX)
Fala dos Direitos e Garantias fundamentais dos seres humanos, e neste inciso o direito a livre expressão.
Então o incomodo que alguma pessoa causa a outrem, será impossível de ser resolvido. O que geralmente é feito são os comentários que ao meu ver infundados, porém "de direito da parte que sente pudibundo".
Existe então o conflito: a maneira de ser de uma pessoa, pode ser vista de vários ângulos. O "ser" tira suas conclusões de determinado ato praticado ou falado, diante disso é inadmissível. Você colocar sua opinião, tentando compelir a outra parte por uma visão que é apenas sua. Isso pode gerar um desconforto tremendo a parte, que na maioria das vezes, aje de maneira espontânea sem pensar que está maculando a pessoa ao seu lado.
Então com essas conclusões é sempre bom avaliar qual é a pretensão: punir, coagir, podar(o que você acha absurdo?), excluir? Tem que haver um por quê?
Vergonha do outro pode ser a resposta e melhor saída é não sair. Mas impedir que uma pessoa que têm seus direitos garantidos de fazer o que lhe "é normal", isso não.
Sabe, existem tantas outras coisas de maior relevância para observar, inclusive o seu próprio eu! Você já olhou o caminhão de defeitos que você TEM? Essa afirmação não fere os DF, pois ninguém é perfeito. Somos cheios de imperfeições e nem percebemos, ou até mesmo, são irrelevantes ao ponto de ser discutida.
A vida é para ser vivida da forma que melhor lhe convier, passa tão rápido, quando você pisca o olho já perdeu um décimo de segundo dela... Aproveite seu dia, porque eu não vou perder meu tempo pensando em belas e lindas palavras do vasto vocabulário português para agradar aos do meu convivio... tenho outros afazeres... pois medir palavras não faz parte das minhas obrigações. Não gosto de pisar em ovos, pois certamente vou quebra-los.
Gabriela

1 comentários:

~*Néctar da Flor*~

Aiai, Gabizinha...

Ando apaixonada, vivo amando...rs

Da próxima semana não passa, vamos almoçar. I promise!

Te amo!