Cravo e Canela

sábado, 13 de março de 2010

Cabo de guerra

Não entendo. Por que querer medir forças comigo?
Não entendo. Por que querer dizer, para mim, que foi importante?
Não entendo. Por que citar sobrenomes para provar quem é?
Não entendo. Por que querer mostrar que existiu amor?
Não entendo. Por que eu tenho que saber?

O amadurecimento, as vezes, demora acontecer e isso eu entendo, pois aprendi cedo e dou graças a isso. Nunca fui de bater boca, por pouca coisa, e nem de fazer barraco. Acho isso uma falta de classe grande,  coisa de gente com pouca educação ou sem nenhuma, mas sei que caráter nem todos tem, fazer o quê, né?

Também, desde cedo, aprendi a respeitar o sentimento dos outros em qualquer situação. Tive vários amores e escolhi um para ser "o até que a morte nos separe" e esse amor é bem vivido sem medo e nem cobranças. E isso é delicioso.

Estamos vivendo uma fase de reafirmações do nosso amor mútuo, e por esses dias escutei o que qualquer mulher gostaria de ouvir: " Eu fiz a escolha certa, você é para toda minha vida". Bom né! Além de atos e mais atos que prova que isso é verdadeiro.

Então não quero entrar num cabo de guerra de passado, para quê? Isso não tem nenhum fundamento, a vida é essa. Uns amam demais e outros amam de menos; uns esquecem, outros não; uns vivem relembrando algo que passou e são felizes, outros não lembram nem que isso existiu e assim vão seguindo suas vidas talvez com ilusões ou não, quem pode saber?

Palavras são fáceis de dizer, eu digo muitas, mas o que conta mesmo são os atos. Esses sim, são palpáveis por isso, quando se comente um erro é tão difícil reparar por ser concreto, agora as palavras, essas, com o tempo são esquecidas, infelizmente. Sinto pena, mas é isso. Também entendo, como mulher, que nós gostamos das palavras, por isso muitas vezes falamos compulsivamente, diferente dos homens, acho que somos assim por sermos muitas vezes imediatistas. Coisa de mulher.

3 comentários:

Pedro Henrique

Amei esse seu texto!
É a pura verdade!
"Essas pessoas " num esquecem mesmo,por mais q seja dito, " passou !!" e acha q tem direito sobre tão passado!
Continue essa pessoa maravilhosa,q es,q DEUS cada dia q passe faça um pouquinho,e q a cda dia as coisas sejam mais plenas e adsolutas.
Que DEUS abençoe vcs mais e mais !
E lembre q DEUS é bom em todo tempo!
Vc deve tá pensando,quem é essa criatura q me escreve?Mais só te digo uma coisa, só quero ser lida e compreendida! Num quero mais q isso! Acho massa esse seu blog e o q vc escreve.
E esse momento q vc passa,te desejo do fundo do meu coração q passe logo! e Vai passar em nome de JESUS.
É a mãe do Pedro Henrique q te escreve! Fique com DEUS Que DEUS abençoe a sua Familia!

Cravo e Canela

Olá mãe do Pedro Henrique,
que bom saber que você gosta do que escrevo e também é um pouco estranho saber que você me conhece e eu não a você! rs... Mas o mundo virtual tem dessas coisas e o blog também. As vezes coloco coisas que acontece comigo e com pessoas próximas é uma maneira de desabafo, não quero magoar ninguém pois o mundo já se encarrega disso todos os dias infelizmente e não temos esse direito. Obrigada pela torcida na recuperação do meu amore, Deus é supremo e nos dá saidas e confio plenamente Nele e na vitória. Beijim e deixe seu nome. Paz

Cravo e Canela
Este comentário foi removido pelo autor.