Cravo e Canela

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Dor para ser dor de fato, só a da alma.

Imagine um dedo preso na porta, agora multiplique a dor dele por 70. É assim que tá doendo... eu estava bem, juro! mas a mulher tem uma mania de perfeição e resolveu consertar uma coisinha de nada... então vejam só estou eu aqui, do mesmo jeito, de cinta, deitada, o cabelo meu cristo não entra nem um pente de dentes largos, a minha unha postiça caiu! snif.... preciso fazer minhas sobrancelhas, arrumar meu cabelo e pintas as unhas......Futilidade? é não... sempre fui assim esse é o meu jeito, nunca vou mudar!!! Não sigo moda nem regras, acho que isso já tá embutido no meu gene, as vezes sou mal compreendida me chamam de esnobe e o escambau, tô nem ai já tenho alguns anos na minha história você acha bem que vou dar trela para alguma coisa dita a minha pessoa que tenho a certeza que é apenas a velha e pura inveja, kkkk! amigas tenho poucas. Na verdade tenho 4, ou será 5? bom elas sabem... e amigos queria ter mais, acho que os homens são fieis no quesito amizade. Porém a sociedade dos poetas mortos não permite, ficam logo comentando que é rolo, ai já viu nê! mulher casada com filhos. Falo isso porque existem pessoas que as vezes conto algumas coisas que não acho muito importante a meu respeito pronto já sou amiga de infância do ser. Meu bem, entenda para você ser minha amiga(o) tem que passar pelo controle de qualidade da GCE, não é assim que mata a galinha sem quebrar os ovos querida. Alôooo!!!! acorda

0 comentários: